quarta-feira, 15 de junho de 2016

Lançado documentário sobre os foguetes fantasmas da Escandinávia



Documentário analisa os foguetes fantasmas, um dos casos ocorridos antes do início oficial da Ufologia em 1947

Milhares de documentos foram analisados, e boa parte dos casos, explicada; contudo, existem vários que permanecem inexplicáveis

O início oficial da pesquisa ufológica mundial aconteceu em 24 de junho de 1947, quando o piloto norte-americano Kenneth Arnold observou, voando sobre o estado norte-americano de Washington, nove objetos se deslocando a uma velocidade impossível a qualquer avião da época. Um jornalista, diante da descrição do piloto, terminou por cunhar a expressão disco voador. Contudo, objetos voadores desconhecidos eram observados nos céus muito antes disso, e um dos casos mais famosos envolveu os chamados foguetes fantasmas, principalmente na Suécia e Noruega entre os anos 30 e 40.

Há relatos desses objetos surgindo em meio à Segunda Guerra Mundial, por volta de 1944, mas eram então considerados testes de armas dos nazistas. Contudo, a partir de meados de 1946 passaram a surgir com mais frequência, levando a teorias de que os soviéticos poderiam estar fazendo experimentos com mísseis alemães, como a famosa bomba V-2. Contudo, tais testes eram feitos em absoluto sigilo em remotas regiões da União Soviética, e os foguetes fantasmas demonstravam comportamento que não correspondia ao que se esperava de mísseis. Os governos locais chegaram a proibir a veiculação de notícias a respeito, porém mesmo assim os informes sobre os avistamentos atraíram a atenção de outros países, como os Estados Unidos. Mesmo assim, até hoje não se chegou a uma conclusão definitiva a respeito.

Para divulgar e tentar desvendar o mistério, o grupo UFO-Sweden lançou recentemente o documentário Ghost Rockets. Analisando cerca de 10.000 documentos liberados pelos militares do país, os produtores investigaram mais de 2.000 ocorrências, que também foram analisadas pelos militares suecos. Avistamentos continuam a ocorrer até hoje no país, e em 1946 Estados Unidos e Grâ-Bretanha chegaram a auxiliar os suecos na pesquisa. A equipe do documentário, chefiada por Clas Svahn, do UFO-Sweden e também jornalista do Daegens Nyheter, maior jornal do país, tem pesquisado os foguetes fantasmas por décadas. O documentário exibe o cuidadoso trabalho de investigação, e eles encontraram respostas convencionais para a grande maioria dos casos, como verdadeiros testes de foguetes, o planeta Vênus, reflexos e outros. Mas cerca de dois por cento dos mais de 19.000 informes de fato não têm explicação convencional, e o documentário Ghost Rockets analisa esses e outros fatos desse grande mistério.

Conheça o documentário Ghost Rockets



FONTE: REVISTA UFO


←  ANTERIOR PROXIMA → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

HORA CERTA SITE UNIVERSO

Total de visualizações

Participem Fan Page Facebook

Seguidores

PUBLICIDADE

Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas

VISITANTE ONLINE