terça-feira, 30 de agosto de 2016

NASA fez a maior aproximação de uma espaçonave na órbita de Júpiter




A espaçonave Juno realizou o voo mais próximo de Júpiter na história, capturando imagens incríveis e informações detalhadas para os cientistas da NASA.

A missão Juno foi lançada há cinco anos e viajou 2,9 bilhões de quilômetros até chegar à órbita de Júpiter. Ela ficou voando pelo interior do sistema solar e usou a gravidade da Terra para se lançar em direção ao destino.

Agora, num dos momentos mais especiais até o momento, a espaçonave sobrevoou a apenas 4.200 km de distância das nuvens de Júpiter – o mais próximo que um veículo espacial já conseguiu chegar do planeta. O feito foi extremamente difícil de se coordenar. Para colocar isso em perspectiva, é a mesma distância entre Nova York e Los Angeles.

A NASA pretende divulgar fotos detalhadas dos polos de Júpiter em breve. Dada a distância de milhões de quilômetros que estamos, levarão alguns dias até as imagens sejam baixadas. Cientistas ao redor do mundo estão ansiosos para saber o que a missão vai render. Juno acaba de completar a sua primeira órbita em volta de Júpiter, mas são planejadas 36 no total.

Um dos objetivos da missão é coletar dados sobre a composição, gravidade, campo magnético e origem dos fortes ventos de Júpiter. Juno está equipada com uma série de instrumentos para reunir essas informações, porém eles precisaram ser desligados devido à forte radiação do planeta.

Ah, e um detalhe: a espaçonave carrega uns objetos curiosos. Bonecos de Lego de Galileu Galilei, da deusa Juno e de seu marido, Júpiter, estão a bordo, junto a uma placa dedicada à Galileu. Infelizmente, os Legos não devem voltar para casa.

[NASA]

FONTE: GIZMODO BRASIL


←  ANTERIOR PROXIMA → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

HORA CERTA SITE UNIVERSO

Total de visualizações

Participem Fan Page Facebook

Seguidores

PUBLICIDADE

Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas

VISITANTE ONLINE