sábado, 15 de outubro de 2016

Stephen Hawking volta a advertir sobre os riscos de contato com alienígenas



Astrofísico, em nova série, defende que a humanidade busque localizar nossos vizinhos cósmicos, mas alerta que devemos estar preparados para nos defender deles

Há muitos anos o astrofísico Stephen Hawking tem advertido a humanidade sobre os riscos de fazer contato com inteligências extraterrestres. Uma das mais conhecidas figuras da ciência nas últimas décadas, ele costuma sempre lembrar, em suas intervenções sobre o tema, a forma como o contato dos nativos do Continente Americano com os europeus, após o descobrimento de Colombo em 1492, não terminou bem para os nativos. E Hawking afirma que, em caso de chegada dos alienígenas ao nosso planeta, nós seríamos então os nativos, diante de uma força com tecnologia incomparavelmente superior.

Na nova produção da qual tomou parte, Stephen Hawking's Favorite Places (Lugares Favoritos de Stephen Hawking) ele comenta: "Conforme envelheço mais me convenço de que a humanidade não está sozinha. Depois de uma vida de estudos, estou auxiliando o projeto Breakthrough Listen, que irá investigar o milhão de estrelas que são mais próximas da Terra em busca de sinais de vida, mas conheço somente o lugar onde começar. Um dia podemos receber um sinal de um planeta como Gliese 832c, mas devemos ser cuidadosos para decidir se vamos responder". Gliese 832c, a 16 anos-luz de distância, é um dos melhores candidatos a abrigar vida entre os exoplanetas.

A cena acontece no documentário Stephen Hawking's Favorite Places (Lugares Favoritos de Stephen Hawking), disponível na plataforma Curiosity Stream. No programa, a bordo de sua nave ficcional SS Hawking, o astrofísico visita locais e momentos como o Big Bang e exoplanetas. No lançamento do Breakthrough Listen, conforme apresentamos nos links abaixo, ele lembrou que a Terra tem emitido sinais de rádio para o espaço há um século, e que uma civilização capaz de captar esses sinais e nos visitar pode estar milhares, milhões ou bilhões de anos à nossa frente. Hawking completa: "Se isso for verdade, então eles estão imensamente mais poderosos que nós, e poderão nos dar tão pouco valor quanto damos a uma bactéria". O documentário Stephen Hawking's Favorite Places explora muito da vida e das teorias do famoso astrofísico, como quando ele mergulha em Sagittarius A, o buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea, para explicar sua teoria de matéria. Ele visita Saturno, que considera o mais espetacular destino do Sistema Solar, e retorna então à Terra em Santa Barbara, onde Stephen Hawking fala sobre o início de sua carreira no Cal Tech.


Stephen Hawking visita o exoplaneta Gliese 832c, e volta a alertar sobre os perigos do contato com alienígenas


SS Hawking, a nave utilizada pelo astrofísico em seu novo documentário



FONTE: REVISTA UFO


←  ANTERIOR PROXIMA → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

HORA CERTA SITE UNIVERSO

Total de visualizações

Participem Fan Page Facebook

Seguidores

PUBLICIDADE

Tecnologia do Blogger.

Postagens mais visitadas

VISITANTE ONLINE